• 16 de abril de 2018, 09:49
  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir Contéudo

Novos delegados sindicais assumem cargos com a missão de mobilizar bancários para a campanha salarial 2018

 

 
Posse dos novos delegados aconteceu nesta sexta-feira, dia 13, na Fetrafi-RS.
 
 
Ameaça aos direitos do trabalhador e conjuntura política adversa. Estes são os principais desafios que os novos delegados sindicais do Banrisul, Caixa Federal e Banco do Brasil terão pela frente este ano. Eles tomaram posse no cargo nesta sexta-feira, dia 13, em um encontro realizado na Fetrafi-RS, em Porto Alegre. Os dirigentes sindicais lembraram que os delegados terão papel decisivo durante a campanha salarial deste ano, fazendo a mobilização dos bancários.

O presidente do SindBancários de Porto Alegre e Região, Everton Gimenes, alertou que a campanha salarial que se avizinha será extremamente dura para a categoria. Somente a mobilização, de fato, dos colegas bancários pode garantir a manutenção dos direitos conquistados. De maneira taxativa, ele pediu aos delegados que cobrem uma participação efetiva de toda a categoria. "Ou, esse ano, a gente tem uma greve participativa, para que, de fato, os banqueiros se sintam pressionados, e venham para a mesa de negociação, ou teremos uma campanha salarial de retrocessos”, afirmou. Na sequência, o presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo, lembrou que com a nova lei trabalhista, em que o negociado prevalece sobre o legislado, muitas categorias já estão perdendo direitos. Para ele, é fundamental que a classe trabalhadora compreenda o atual cenário que favorece apenas aos patrões. "Estamos em uma fase em que acabou a ingenuidade”, enfatizou.

Bancários podem perder direitos ao fim do acordo coletivo

O assessor jurídico da Fetrafi-RS, Milton Fagundes, apresentou aos delegados sindicais alguns tópicos relacionados à nova legislação trabalhista. A principal questão abordada foi o fim da ultratividade, que coloca em risco alguns direitos dos trabalhadores previstos nos acordos coletivos. Com o golpe na CLT, a partir de 1° setembro, quando vence o acordo coletivo, direitos conquistados deixam de valer. É o caso de gratificações, PLR, vale alimentação, entre outros. "Não sabemos como a Fenabam e os bancos irão tratar deste tema. É por isso que a campanha salarial deste ano será antecipada. O objetivo é chegar em setembro com tudo resolvido”, esclareceu. Sobre essa questão, Milton salientou que o papel dos novos delegados sindicais será fundamental para levar estas informações aos bancários e para engajá-los na campanha salarial deste ano.

À tarde, os delegados sindicais se reuniram em grupos para abordar questões referentes à cada um dos três bancos: Caixa, Banrisul e Banco do Brasil.

 


Bookmark and Share
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Erechim e Região ::

©2012 Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Erechim e Região

Todos os direitos reservados

Avenida Maurício Cardoso, 335, Sala 202
CEP 99700-426 - Erechim - RS
Fonex/Fax: (54) 3321 2788
seeb@bancarioserechim.org.br

Municípios da Base: Erechim, Aratiba, Áurea, Barão do Cotegipe, Barra do Rio Azul, Barracão, Benjamim Constant do Sul, Cacique Doble, Campinas do Sul, Carlos Gomes, Centenário, Cruzaltense, Entre Rios do Sul, Erebango, Erval Grande, Estação, Floriano Peixoto, Gaurama, Getúlio Vargas, Ipiranga do Sul, Itatiba do Sul, Jacutinga, Machadinho, Maximiliano de Almeida, Marcelino Ramos, Mariano Moro, Paim Filho, Paulo Bento, Ponte Preta, Quatro Irmãos, São José do Ouro, São João da Urtiga, São Valentim, Severiano de Almeida, Três Arroios, Viadutos, todos no Estado do Rio Grande do Sul.

 Superativa | Orby