• 20 de agosto de 2018, 10:11
  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir Contéudo

NA SÉTIMA RODADA, FENABAN NÃO AVANÇA E NOVA NEGOCIAÇÃO OCORRERÁ TERÇA-FEIRA

 

Gladir Basso, Carlos Rodrigues e Gilberto Leite, presentes à mesa de negociação com Fenaban

Panorâmica da mesa de negociação entre Fenaban e Bancários

Os bancos não apresentaram nova proposta e a sétima rodada de negociação, realizada nesta sexta-feira (17), em São Paulo, terminou sem avanço. A reunião ocorreu no período da tarde, envolvendo a Comissão Executiva Bancária Nacional de Negociação – CEBNN – da Contec (Confederação Nacional dos Bancários) e a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos). Ao final do encontro ficou marcada nova rodada – a oitava desta campanha salarial – para a próxima terça-feira, dia 21, a partir das 10 horas, novamente em São Paulo.

O Paraná esteve representado na reunião desta sexta-feira pelo presidente da Federação dos Bancários do Paraná e do Sindicato de Cascavel e Região, Gladir Basso; Carlos Roberto Rodrigues, vice-presidente do Seeb de Maringá, e Gilberto Lopez Leite, presidente do Seeb de Ponta Grossa.

Após a reunião com a Fenaban, a Contec teve rodadas de negociação com as direções do Banco do Brasil e da Caixa sem avanços. Negociação continuará na terça feira (21).

Na rodada dessa sexta-feira, o comando dos bancários cobrou e ficou acordado na mesa que essa nova negociação de terça-feira próxima só se encerrará quando houver uma proposta ou se chegar a um impasse. O desfecho desta nova reunião será submetido à discussão e deliberação dos bancários em assembleias que serão convocadas pelos seus sindicatos em suas respectivas bases.

“Até agora, a proposta dos bancos apenas repõe o INPC dos últimos doze meses (estimada em 3,79% de 1º de setembro/2017 a 31 de agosto/2018), sem nada de aumento real. “Não abrimos mão de ganho real para os salários. Caso contrário, não restará outro caminho para a categoria que não seja a greve no seu momento oportuno”, advertiu Gladir Basso.

Vale lembrar que a proposta patronal apresentada dia 7 passado foi rejeitada na mesa pelo comando e pelas assembleias dos bancários por todo País.

Além do aumento real de salários, reforça Gladir Basso, a classe reivindica a garantia de todos os direitos previstos na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e de que não serão substituídos por trabalhadores terceirizados, intermitentes, PJs, temporários, além de estarem preocupados com a questão da  ultratividade, que é a manutenção dos direitos até a assinatura de um novo acordo. Exigem também a garantia de respeito aos acordos específicos de BB e da Caixa Econômica Federal.

BANCOS LIDERAM EM LUCRO
Pesquisa da consultoria Economatica mostra que, enquanto os demais setores da economia perdem com a crise, os bancos continuam lucrando. Neste sentido, segundo o levantamento, dos 26 setores avaliados, seis tiveram prejuízo. E o mais lucrativo foi o bancário, que fechou o segundo trimestre de 2018 com R$ 17,6 bilhões contra R$ 15,2 bilhões em 2017, crescimento de 15,57% ou R$ 2,37 bilhões (o levantamento é apenas entre empresas com ações na bolsa, portanto, não foi levado em conta o lucro da Caixa).

Mesa do BB, negociação continuará na próxima terça (21)

Mesa específica da Caixa
 

 


Bookmark and Share
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Erechim e Região ::

©2012 Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Erechim e Região

Todos os direitos reservados

Avenida Maurício Cardoso, 335, Sala 202
CEP 99700-426 - Erechim - RS
Fonex/Fax: (54) 3321 2788
seeb@bancarioserechim.org.br

Municípios da Base: Erechim, Aratiba, Áurea, Barão do Cotegipe, Barra do Rio Azul, Barracão, Benjamim Constant do Sul, Cacique Doble, Campinas do Sul, Carlos Gomes, Centenário, Cruzaltense, Entre Rios do Sul, Erebango, Erval Grande, Estação, Floriano Peixoto, Gaurama, Getúlio Vargas, Ipiranga do Sul, Itatiba do Sul, Jacutinga, Machadinho, Maximiliano de Almeida, Marcelino Ramos, Mariano Moro, Paim Filho, Paulo Bento, Ponte Preta, Quatro Irmãos, São José do Ouro, São João da Urtiga, São Valentim, Severiano de Almeida, Três Arroios, Viadutos, todos no Estado do Rio Grande do Sul.

 Superativa | Orby