• 22 de julho de 2021, 17:14
  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir Contéudo

Eu sou Banrisul: bancários lançam campanha em defesa do Banco público

 

Eu sou Banrisul! Essa é a campanha que a Fetrafi-RS, representando seus sindicatos filiados, e o SindBancários Porto Alegre e Região Metropolitana lançaram nesta quarta-feira, às 18 horas. A ideia é engajar a sociedade gaúcha na defesa do Banrisul público, diante da ameaça de privatização do Banco.

O Banrisul não é o problema, mas a solução para os problemas financeiros do estado. No ano passado, o Banco obteve lucro líquido de R$ 824 milhões, está presente em quase todos os municípios do Rio Grande do Sul e em muitos deles é a única instituição financeira.

E é isso que a campanha, criada pela Verdeperto Comunicação, vai demonstrar, com o apoio de artistas, esportistas e representantes dos setores produtivos e industriais: sem o Banrisul, todo mundo perde. 
“O Banrisul faz parte da história dos gaúchos e das gaúchas. É ele quem financia a cultura, o esporte, a agricultura e uma série de empresas em todos os ramos. Vender o Banrisul é aprofundar a crise financeira do Estado”, afirma a diretora da Fetrafi-RS e membro do Comando Nacional dos Banrisulenses, Denise Falkenberg Corrêa.


A caminho da privatização


Embora o governador do Estado do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, tenha se comprometido a não vender o Banrisul em sua campanha eleitoral, este já dá mostras de que não cumprirá com a palavra. Há poucos meses, fez acordos com deputados da sua base para aprovar uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC 280/19) que acabou com a exigência de plebiscito para a venda do Banco.

Para completar a estratégia, Leite abriu o capital da Banrisul Cartões na última quarta-feira, 14, para o capital especulativo. “Pela nossa experiência com privatizações, sempre começa assim, com o fatiamento do Banco, e vai evoluindo até a entrega total do patrimônio público”, afirma o também diretor da Fetrafi-RS e funcionário do Banrisul Fábio Soares. “Quem sai perdendo com isso é a sociedade gaúcha, é o Estado do Rio Grande do Sul”.

A venda do Banrisul pode representar o corte de investimento nos principais setores produtivos do estado, além de reduzir o número de agências e de funcionários, como ocorreu em outras privatizações, como a do Meridional, vendido para o grupo espanhol proprietário do Santander. Milhares de funcionários foram obrigados a aderir a um Programa de Demissão Voluntária (PDV) e o enxugamento de unidades foi brutal. 


Engajamento da sociedade 


Para reverter o caminho trilhado pelo governo estadual rumo a privatização, a Fetrafi-RS e o SindBancários convidam toda a sociedade a se engajar na campanha em defesa do Banrisul. As peças serão divulgadas na internet, nas ruas em outdoors e nos meios de comunicação. Figuras conhecidas dos gaúchos, como Bagre Fagundes, Vitor Ramil, Deborah Finocchiaro e Olívio Dutra já confirmaram participação na campanha.
 


Bookmark and Share
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Erechim e Região ::

©2012 Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Erechim e Região

Todos os direitos reservados

Avenida Maurício Cardoso, 335, Sala 202
CEP 99700-426 - Erechim - RS
Fonex/Fax: (54) 3321 2788
seeb@bancarioserechim.org.br

Municípios da Base: Erechim, Aratiba, Áurea, Barão do Cotegipe, Barra do Rio Azul, Barracão, Benjamim Constant do Sul, Cacique Doble, Campinas do Sul, Carlos Gomes, Centenário, Cruzaltense, Entre Rios do Sul, Erebango, Erval Grande, Estação, Floriano Peixoto, Gaurama, Getúlio Vargas, Ipiranga do Sul, Itatiba do Sul, Jacutinga, Machadinho, Maximiliano de Almeida, Marcelino Ramos, Mariano Moro, Paim Filho, Paulo Bento, Ponte Preta, Quatro Irmãos, São José do Ouro, São João da Urtiga, São Valentim, Severiano de Almeida, Três Arroios, Viadutos, todos no Estado do Rio Grande do Sul.

 Superativa | Orby