• 14 de junho de 2019, 09:28
  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir Contéudo

CONTEC pede retomada das negociações com a CASSI

 
 

 

NÃO AO AUMENTO DA COPARTICIPAÇÃO NA CASSI
SIM À RETOMADA DAS NEGOCIAÇÕES

Apesar de já haver elevado a coparticipação para consultas médicas e sessões de psicoterapia de 30% para 40% e para serviços complementares de 10% para 20% em janeiro do corrente ano, a CONTEC teve conhecimento de que a Diretoria Executiva da CASSI – desconsiderando que a coparticipação deve ser um fator de moderação de utilização dos serviços de assistência médica e não uma fonte de receitas – propôs novo aumento de coparticipação para os associados daquele Caixa de Assistência:

  1. de 40% para 50%, em consultas de emergência ou agendadas, sessões de psicoterapia e acupuntura e visitas domiciliares; e,
  2. de 20% para 30%, nos serviços de fisioterapia, RPG, fonoaudiologia e terapia ocupacional que não envolvam internação hospitalar.

 

Desconsiderando ainda a limitação de capacidade de pagamento de muitos associados, a diretoria propôs ainda a alteração na forma de cobrança da coparticipação, no que se refere ao limitador de 1/24 do salário bruto do associado.

A Diretoria pretende que o excesso seja cobrado nos meses subsequentes, desrespeitando o que restou acordado por ocasião da reforma estatutária de 2007, quando ficou definido que o excedente de limite mensal não seria acumulado para cobrança futura, o que veio sendo respeitado nestes últimos 12 anos.

Os associados com maior uso de serviços terão acúmulo sucessivo de excedentes. Isto afetará a capacidade de pagamento dos mais necessitados.

Destaque-se que a busca de elevação de receitas proposta pela Diretoria limita-se a onerar os associados, que não se negam a elevar suas contribuições para o custeio da CASSI, desde que mantida a solidariedade e os preceitos de proporcionalidade contributiva e de gestão compartilhada, sem voto de qualidade.

O aumento de coparticipação é uma medida contrária aos preceitos de utilização da Caixa de Assistência para preservação da saúde, evitando-se agravamento de quadros de doenças que levem à internação, cujo efeito é justamente o aumento de gastos do Plano de Assistência.

Além de prejudicar excessivamente os associados, a proposta da Diretoria da CASSI representa efeitos maléficos à própria Caixa de Assistência.

 

Diretoria Executiva da CONTEC


Bookmark and Share

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Como escolher o seu banco

Como escolher o seu banco

18 de outubro de 2019, 10:17
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Erechim e Região ::

©2012 Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Erechim e Região

Todos os direitos reservados

Avenida Maurício Cardoso, 335, Sala 202
CEP 99700-426 - Erechim - RS
Fonex/Fax: (54) 3321 2788
seeb@bancarioserechim.org.br

Municípios da Base: Erechim, Aratiba, Áurea, Barão do Cotegipe, Barra do Rio Azul, Barracão, Benjamim Constant do Sul, Cacique Doble, Campinas do Sul, Carlos Gomes, Centenário, Cruzaltense, Entre Rios do Sul, Erebango, Erval Grande, Estação, Floriano Peixoto, Gaurama, Getúlio Vargas, Ipiranga do Sul, Itatiba do Sul, Jacutinga, Machadinho, Maximiliano de Almeida, Marcelino Ramos, Mariano Moro, Paim Filho, Paulo Bento, Ponte Preta, Quatro Irmãos, São José do Ouro, São João da Urtiga, São Valentim, Severiano de Almeida, Três Arroios, Viadutos, todos no Estado do Rio Grande do Sul.

 Superativa | Orby