• 23 de março de 2020, 09:24
  • Aumentar Fonte
  • Diminuir Fonte
  • Imprimir Contéudo

Caixa econômica federal coloca 70% dos funcionários em home office

 

Caixa Econômica Federal coloca 70% dos funcionários em home office. A Caixa Econômica Federal anunciou neste domingo (22) que 70% dos funcionários das agências serão liberados para trabalhar em casa a partir desta semana.

Esse contingente inclui todos os maiores de 60 anos, grávidas e lactantes, além de funcionários que estejam nos grupos de risco em caso de contaminação pelo novo coronavírus.

Já na segunda-feira (23), o atendimento presencial ficará restrito ao pagamento de benefícios previdenciários a segurados do INSS e outros benefícios sociais, como seguro-desemprego, seguro-defeso, abono salarial e FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para trabalhadores que não tenham o cartão-cidadão.

Além disso, as agências abrirão uma hora mais cedo para o atendimento de idosos.

Saque do FGTS na caixa requer cuidados com golpes junto a Caixa(Abre numa nova aba do navegador)

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, confirmou a informação durante videoconferência organizada pela XP Investimentos neste domingo.

Segundo ele, a parte “frontal” da agência seguirá funcionando para atender os serviços considerados essenciais, mas que todos os cuidados serão tomados.

Mesmo com as agências praticamente fechadas, há a necessidade de ter pessoal atuando na análise de processos, abastecimento de caixas eletrônicos e processamento de depósitos.

As equipes que seguirão trabalhão deverão atuar em regimes de escalas, que serão definidos pelos gerentes-gerais junto aos funcionários. Segundo o Comando Nacional dos Bancários, a Caixa disponibilizará um sistema que permitirá o atendimento por meio do WhatsApp.

Os representantes dos trabalhadores terão nesta segunda uma reunião com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), por videoconferência, para discutir outras medidas de proteção aos bancários.

O coordenador da comissão executiva dos empregados da Caixa, Dionísio Reis, diz que o banco público vai aceitar a autodeclaração para o afastamento de funcionários com suspeita de contaminação sem que haja a necessidade de um atestado médico emitido por serviço de saúde,

O Comando Nacional dos Bancários quer a mesma regra em todas as instituições. (Fonte: FolhaPress)


Bookmark and Share

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Bancários terão reajuste de 10,97%

Bancários terão reajuste de 10,97%

10 de setembro de 2021, 12:20
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Erechim e Região ::

©2012 Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Erechim e Região

Todos os direitos reservados

Avenida Maurício Cardoso, 335, Sala 202
CEP 99700-426 - Erechim - RS
Fonex/Fax: (54) 3321 2788
seeb@bancarioserechim.org.br

Municípios da Base: Erechim, Aratiba, Áurea, Barão do Cotegipe, Barra do Rio Azul, Barracão, Benjamim Constant do Sul, Cacique Doble, Campinas do Sul, Carlos Gomes, Centenário, Cruzaltense, Entre Rios do Sul, Erebango, Erval Grande, Estação, Floriano Peixoto, Gaurama, Getúlio Vargas, Ipiranga do Sul, Itatiba do Sul, Jacutinga, Machadinho, Maximiliano de Almeida, Marcelino Ramos, Mariano Moro, Paim Filho, Paulo Bento, Ponte Preta, Quatro Irmãos, São José do Ouro, São João da Urtiga, São Valentim, Severiano de Almeida, Três Arroios, Viadutos, todos no Estado do Rio Grande do Sul.

 Superativa | Orby